A saúde no Brasil sofre contínuas mudanças e nesse ano, os profissionais da área enfrentarão muitas transformações. Aqueles que souberem aproveitar e superar os obstáculos, terão sucesso.
As previsões para o Sistema Único de Saúde não são muito satisfatórias, uma vez que em 2018 os gastos federais serão corrigidos pela inflação e os do setor que atualmente equivalem a 3,9% do PIB serão menores. Também com envelhecimento da população, que gera maiores gastos na saúde e a queda dos recursos, a situação tende a piorar cada vez mais.

Com esse mesmo SUS gerando um tempo enorme de espera em consultas e exames, pacientes migram para os planos de saúde e consultas particulares bem mais baratos. Quem tem um consultório ou clínica, deverá planejar e adaptar os horários de sua equipe, para atender às agendas lotadas com essa demanda de novos pacientes.

A grande concorrência no mercado de trabalho, com profissionais se qualificando cada vez mais, buscando conhecimentos e atualizações fará o gestor focar na fidelização dos pacientes, com atendimento, respeito e humanização para com eles, resultando novos pacientes devido à publicidade positiva de seu trabalho.

Administrar sua clínica investindo no quadro de funcionários capacitados, controle das finanças e proporcionando consultas/exames de excelência, farão com que a mesma cresça, porque o sistema de saúde tem grande potencial em 2018 e o gestor deverá aproveitar as oportunidades.

A união do sistema público com o privado é um dos prognósticos, seja por contratos na Prefeitura, atendendo pacientes e exames de alto custo que o setor público não consegue realizar, enfim, essa parceria está cada dia mais presente, então, administradores de clínicas, esse é o momento de realizar algumas mudanças e aproveitar os desafios ao seu favor.

E você? O que acha dessa transformação?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>